- Esportes

Sem marcar há quase três meses no Cruzeiro, Marcelo Moreno tem pior média de gols da carreira

Em meio à reconstrução após a queda para a Série B, em 2019, o Cruzeiro apostou em um elenco jovem para 2020, com contratações de jogadores experientes para serem referências. Um desses contratados foi Marcelo Moreno, que veio para a terceira passagem na Toca da Raposa. Chegou com festa da torcida, mas não correspondeu em campo.

Dono da camisa 9, o boliviano marcou apenas três gols em 32 partidas. Durante a maior parte da temporada, foi titular absoluto, mas sem conseguir entregar rendimento. Tanto é que mesmo Felipão, que deu sequência ao jogador, optou pela mudança de esquema, com Rafael Sobis sendo o “falso 9”.

O único gol marcado por ele, com Scolari no comando, foi na vitória por 2 a 0 contra o Paraná, na 19ª rodada. Desde então, atuou em 11 partidas, sendo apenas três como titular. O gol foi no dia 30 de outubro do ano passado, ou seja, o jejum atual de Moreno se aproxima dos três meses.

Jejuns têm sido constantes ao longo desta terceira passagem pela Toca da Raposa. O que faz com que ele tenha números ruins, como nunca teve na carreira. A média atual é de um gol a cada dez atuações com a camisa cruzeirense.

O ano em que ele mais esteve perto desta marca negativa vestindo a camisa de clubes foi na temporada 2009/2010, quando defendeu Shaktar Donetsk, da Ucrânia, e Wigan Athletic, da Inglaterra. Foram 25 partidas e apenas três gols (todos pelo Shakhtar), com média de um a cada oito atuações.

Marcelo Moreno é o segundo maior artilheiro estrangeiro da história do Cruzeiro, com 48 gols em 125 atuações. A liderança do ranking é buscada pelo boliviano, como ele mesmo já disse. Atualmente, o posto é ocupado pelo uruguaio Arrascaeta, hoje no Flamengo, que marcou 50 gols em 188 jogos pelo Cruzeiro.

O centroavante boliviano tem contrato com o Cruzeiro até o fim de 2022. Com o teto salarial estabelecido para a disputa da Série B, que será mantido para 2021, Moreno tem um dos maiores salários do atual elenco. O clube conta com ajuda de um patrocinador, que paga parte dos vencimentos do atleta.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *