- Polícia

Foragido do sistema prisional do AM preso suspeito de homicídio

Um foragido do sistema prisional do Amazonas há 13 anos foi preso nesta quinta-feira (13) suspeito de matar um homem por dívida de tráfico. Segundo a polícia, o lanterneiro Gracivaldo Carvalho Cardoso, de 53 anos, era procurado desde 2005 por fugir do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj). O homem afirmou que não sabia que era procurado e negou o crime.

Gracivaldo é suspeito de matar com dois disparos de arma de fogo Hayden Barbosa dos Santos, de 49 anos. O crime ocorreu no dia 29 de setembro de 2005 na rua Rio Andirá, comunidade São Sebastião no bairro Petrópolis.

O homem foi preso em via pública, na Avenida Coronel Ferreira de Araújo. Segundo o delegado da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Orlando Amaral, a prisão aconteceu após denúncias anônimas chegarem à polícia.

“Gracivaldo é um bandido das antigas. Ele fala que participou de um assalto à Caixa econômica em 1993, e foi investigado pela Polícia Federal. Aconteceu o homicídio em 2005 e ele ficou 13 anos foragido. Ele disse ainda que era muito ameaçado”, informou.

O suspeito foi indiciado por homicídio qualificado. O suspeito contou que passou os últimos 13 anos trabalhando como lanterneiro e não sabia que era procurado. Para a imprensa, ele negou ter participado do homicídio.

“Isso não existe. Eu nunca vendi droga. Não conheço o Hayden. Quem disse que eu matei ele? Não tô sabendo disso. Não sabia que eu era procurado. Estava trabalhando, tenho endereço fixo, todo mundo sabe que eu moro. Levo meus filhos pra escola”, disse.

Gracivaldo confirmou participação apenas em um assalto a uma unidade da Caixa Econômica de Manaus em 1993. “Não lembro mais com quanto dinheiro eu fiquei,faz muito tempo”, disse.

O suspeito foi indiciado por homicídio qualificado. Ele será encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *