- Polícia

Polícia cumpre mandados e prende cinco foragidos do sistema prisional

Cinco homens que já respondiam pelos crimes de homicídio, tráfico de drogas e roubo, que deixaram de comparecer à Justiça e eram considerados foragidos, foram presos novamente, durante a operação “Trânsito em Julgado”, deflagrada pela Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop) na manhã desta segunda-feira (17).

Conforme o delegado Guilherme Torres, secretário Executivo de Operações (Seaop), a ação policial tem uma atenção especial, especificamente neste final de ano, com foco no Sistema Prisional em combate ao crime organizado no Amazonas.

“Uma das características é focar no Sistema Prisional (…). São presos condenados que conseguiram algum benefício e, por um motivo ou outro, não voltaram ou não deram justificativa ao Juiz da Execução Penal. No final de ano sempre há uma atenção especial, em razão do que vem ocorrendo. Sabemos que as organizações criminosas estão estreitamente vinculadas ao Sistema Prisional. A nossa ação neste final de ano é combater o Crime Organizado, especialmente aqueles vinculados aos presídios”, explicou.

“Com essa desativação do Sistema Prisional, foram a rua em torno de 600 a 620 detentos. Começamos a perceber que direta ou indiretamente seja no polo passivo ou ativo, eles estarem envolvidos em homicídios”, completou.

A Justiça expediu os mandados de prisão, policiais realizaram um levantamento de inteligência em conjunto com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) com o endereço dos suspeitos e a operação foi deflagrada na data desta segunda-feira.

Os cinco suspeitos presos foram apresentados na manhã desta segunda-feira (17), no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Cidade Nova, Zona Norte da capital.

O delegado Demetrius Queiroz, coordenador geral de operações da Seaop, relatou que a operação deflagrada nesta segunda-feira (17) contou com 15 policiais para cumprirem os mandados expedidos com o objetivo de reforçar a segurança neste final de ano.

“A operação não teve uma zona específica, foi em toda a cidade. Contou com cerca de 15 policiais, no cumprimento de vários mandados, no entanto, nem todos obtiveram êxito. Dentre os que foram presos, há homicida, ladrão e traficante. Então, não tem crime específico e sim prevendo o final do ano, a segurança como um todo, não importa o crime. Em final de ano, para a população ter segurança e boas festas com tranquilidade”, disse.

Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, os suspeitos serão encaminhados a uma unidade prisional do Amazonas, onde devem ficar a disposição da Justiça.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *