- Polícia

Preso autor de feminicídio da adolescente de 16 anos, em Parintins

O jovem Érico Tavares da Silva, 18, foi preso, por volta das 20h, nesta última sexta-feira, 24/08, por  uma equipe de investigação da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) do município de Parintins, em cumprimento ao mandado de prisão preventiva por feminicídio.  De acordo com a delegada Alessandra Trigueiro, titular da unidade policial,  o jovem é acusado com sendo autor na morte de Daniela Simas Figueiredo, 16, em crime ocorrido na noite de quinta-feira, 23/8, naquele município distante 369 quilômetros em linha reta da capital.

De acordo com informações da polícia, as investigações tiveram início na manhã de sexta-feira (24/8), por volta das 8h, após terem sido informados que, populares encontraram um corpo em um terreno baldio, situado na rua Sila Macal, primeira etapa do bairro Itaúna, em Parintins. Chegando ao local, os policiais civis avistaram o corpo da adolescente parcialmente sem roupa.

“Constatamos que a vítima estava com a roupa íntima amarrada no próprio pescoço, indicando estrangulamento. Iniciamos nossas diligências e logo identificamos o autor do crime. A adolescente estava comemorando o aniversário dela junto com amigos, sendo vista em vários bares da cidade na companhia de Érico da Silva. Analisamos as imagens de câmeras de segurança contidas próximo ao local do fato e identificamos que o acusado e a vítima estavam juntos”, explicou a delegada.

A delegada Alessandra Trigueiro destacou que o motivo do crime ainda está sendo apurado pela equipe de investigação da unidade policial. No entanto, a delegada representou junto à Justiça o mandado de prisão preventiva em nome do jovem, que foi de imediato deferido pelo juiz Anderson Luiz Franco de Oliveira, da Comarca de Parintins.

Ainda segundo Alessandra Trigueiro, não havia sinais de violência sexual no corpo da vítima, entretanto foi colhido material biológico do corpo da adolescente que será enviado para perícia técnica realizar a análise.

O jovem Érico da Silva foi indiciado por crime de feminicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEP de Parintins, o jovem será levado para a Unidade Prisional de Parintins (UPP), onde deverá permanecer preso à disposição da Justiça.

Fonte: PC/Am


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *