- Polícia

Preso pela policia acusado de estupro

Policiais do 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP) e Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), deflagraram ação policial na tarde de sábado, 15, que resultou no cumprimento de mandado de prisão preventiva em nome de Cristivaldo Alves Tavares, 39, por estupro de vulnerável, tendo como vítima uma criança de quatro anos. O crime ocorreu no dia 23 de agosto deste ano, no bairro Tancredo Neves, zona Leste da cidade.O infrator foi apresentado na manhã desta segunda-feira, 17, durante coletiva de imprensa realizada às 10h, no prédio Depca, no bairro Planalto, zona Centro-oeste da cidade. Na ocasião, o delegado Christiano Castilho, titular do 14º DIP, informou que Cristivaldo foi preso por volta das 17h, no momento em que estava vendendo chips de aparelho celular na frente de uma loja, situada na avenida Autaz Mirim, bairro Tancredo Neves. O mandado de prisão preventiva em nome de Cristivaldo, foi expedido na manhã do último sábado, pela juíza Careen Aguiar Fernandes, no Plantão Criminal.
Durante a coletiva o titular do 14º DIP relatou que as investigações em torno do caso iniciaram após a mãe da criança, uma jovem de 24 anos,ir até a unidade policial formalizar o Boletim de Ocorrência (BO), relatando que o vizinho dela havia estuprado a filha, no último dia 23 de agosto deste ano.
“A vítima foi ouvida, juntamente com a mãe dela, no 14º DIP. A menina relatou que no dia fato estava no quintal da casa dela junto com outra criança. Na ocasião, o infrator chamou a menina para um local mais reservado do quintal. No lugar, Cristivaldo abaixou a calça e mandou a criança colocar na boca o órgão sexual dele. Ela acabou obedecendo o infrator e, durante o ato, começou a chorar. No momento do ato libidinoso o infrator ameaçou agredir a menina caso ela contasse algo”, explicou Castilho.
Christiano Castilho informou que durante as diligências para efetuar a prisão do infrator, os policiais civis identificaram que Cristivaldo estava vendendo chips de aparelho celular na frente de uma loja, na zona Leste da cidade e obtiveram êxito na prisão do infrator. Os policiais civis constataram, ainda, que o infrator já responde a um processo por estupro de vulnerável e estava foragido do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) desde 2014, onde cumpria pena em regime semiaberto.
A delegada Joyce Coelho, da Depca, ressaltou que durante depoimento, Cristivaldo confessou ter cometido o abuso sexual e argumentou que não consegue conter os impulsos sexuais ao chegar perto, principalmente, de crianças.
“Cristivaldo já tem um antecedente de crimes da mesma espécie, então é uma pessoa que poderia continuar realizando a conduta criminosa e fazendo novas vítimas. Logo,essa ação foi de fato um trabalho exitoso, que culminou na prisão preventiva deste elemento. A vítima agora irá receber todo o atendimento psicológico, além de ser prestado todo o atendimento médico que ela necessite”, destacou Coelho.
Cristivaldo foi indiciado por estupro de vulnerável e será levado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça.

Fonte: PC/AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *