- Polícia

Tiroteios e morte de líder de facção pode ter ligação com fuga de presos

Ao menos três tiroteios foram registrados em Manaus na noite de quarta-feira (27). Em um deles, uma criança e a mãe dela morreram na zona Sul da capital. O governo diz que os casos “estão relacionados à morte de um dos líderes de uma facção criminosa que atuava no bairro Mauazinho. Além disso, outras informações apontam que os fugitivos do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM 2) também têm envolvimento nos crimes.

Na noite de quarta, um menino de 5 anos e a mãe, de 33, foram baleados no bairro Japiim 1, zona Sul de Manaus, e não resistiram. Outros dois homens também foram atingidos pelos tiros. As vítimas estavam em um mesmo carro quando foram surpreendidas por atiradores em outro veículo. Outros tiroteios ocorreram no São Jorge, zona Oeste, e Nova Esperança, situado na zona Centro-Oeste.

 

 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), diz que o serviços de Inteligência identificaram a ligação dos crimes com facções criminosas que atuam no estado. O governo afirma que “medidas já estão sendo tomadas para contra-atacar estas ações criminosas”.

Fuga no CDPM 2
A fuga de presos no CDPM 2 ocorreu em maio deste ano. Homicidas e líderes de facção estão entre os presos considerados perigosos que ainda estão soltos. A Polícia Civil suspeita que alguns foragidos já cometeram vários crimes, inclusive assassinatos, depois de fugir na unidade prisional.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *