- Polícia

Empresário e tia de adolescente são presos pela polícia

A Polícia Civil do Amazonas, cumpriu na tarde desta quinta-feira (16/8), mandados de prisão temporária e de busca e apreensão, em nome e endereço, respectivamente, do empresário Fabian Neves dos Santos, 37, e da tia da Adolescente , A. C. S. D. A, 28, indiciados por estupro de vulnerável e favorecimento à prostituição.
De acordo com a delegada titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e Adolescente (Depca) Joyce Coelho, ambos foram presos em flagrante no dia 7 deste mês, após serem surpreendidos por uma equipe de investigação em um quarto de motel, na zona norte da cidade, com uma adolescente de 13 anos, sobrinha da mulher de 28 anos.Eles foram liberados em Audiência de Custódia e estavam sendo monitorados por tornozeleira eletrônica.

Nessa semana a Delegacia Especializada encaminhou à Justiça novas diligências demonstrando a necessidade da decretação da prisão preventiva dos dois indiciados, e a 69ª Promotoria de Justiça, por sua vez, titularizada pelo Promotor Rodrigo Miranda Leão Júnior emitiu parecer pela decretação da prisão temporária e busca e apreensão nos endereços dos investigados, sendo acatado pela Juíza da Vara Especializada em Crimes contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes, Patrícia Chacon. Os mandados foram expedidos nesta quinta-feira (16/8).

Diligências

Logo após ser informada da decisão judicial, por volta de 14h as equipes se dirigiram aos endereços a fim de cumprir os mandados. Segundo a delegada, Fabian, que estava sendo monitorado eletronicamente, assim que tomou conhecimento de que estava sendo procurado, saiu da casa dele, em um condomínio de luxo na Zona Oeste e cerca de uma hora depois se dirigiu ao prédio da DEPCA acompanhado de seus advogados.

“Inicialmente o sistema apontou que ele estava na residência dele. Então nos dirigirmos até lá e encontramos as portas abertas, como se ele estivesse acabado de sair. Enquanto continuávamos as diligências para localizá-lo, quando recebi a informação de que havia se apresentado. Em ação simultânea a tia da adolescente foi presa na residência de familiares no Bairro São Francisco”, disse Coelho.

Durante as buscas na residência do empresário foram apreendidos cinco aparelhos celulares, dois notebooks, uma quantidade de dinheiro em moeda estrangeira, entre eles, dólares americanos e da Guiana, euro, pesos e ainda bolívares; cinco passaportes, e documentos de compra e venda de imóveis. “As nossas buscas nesse sentido foram para robustecer ainda mais as provas dessa investigação”, reforçou.

 

Inquérito

Segundo a titular da Depca, o empresário e a mulher ficarão custodiados no prédio da especializada enquanto for necessário às diligências em torno do caso. “Com as prisões deles, pretendemos finalizar as diligências dentro desse prazo de 30 dias, que equivale à temporária, para que o Ministério Público possa apreciar o inquérito como um todo. Caso surjam novos fatos, esse prazo inicial de 30 dias poderá ser prorrogado, ou até mesmo, a prisão ser convertida em Preventiva, vai depender do curso das investigações.”

Entenda o caso

Os investigados foram presos na tarde do dia 7 de agosto deste ano, por volta das 14h30, em uma suíte de um motel localizado na avenida Elias Ramiro Bentes, bairro Colônia Terra Nova, zona norte da capital. A vítima, que vinha sendo agenciada pela própria tia, já estava se relacionando sexualmente com o empresário desde o início deste ano. No interior do carro do empresário os policiais civis apreenderam R$ 10 mil. Parte do dinheiro seria destinada ao pagamento do encontro com a adolescente.

Fonte: PC/AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *