- Política

MDB de Meirelles tenta barrar no TSE candidatura de Geraldo Alckmin

O candidato à Presidência da República Geraldo Alckmin (PSDB) disse neste sábado (18) que é “totalmente absurda” a ação da coligação do candidato Henrique Meirelles (MDB) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para rejeitar sua candidatura.

Os advogados da coligação MDB-PHS questionaram a candidatura de Geraldo Alckmin no TSE com o argumento de que as atas de seis partidos que compõem a coligação de Alckmin (PTB, PP, PR, DEM, PRB e SD) estão irregulares porque não exibem expressa concordância com a participação de todos os partidos na coligação.

Em evento na cidade de São Paulo, promovido pelo Partido Humanista Nacional (PHN), Alckmin disse que não há divergências entre os partidos da coligação de sua candidatura. Afirmou, ainda, que esteve em todas as convenções, de todos os partidos que formam a aliança.

“A ação no TSE é totalmente absurda. Os partidos fizeram suas convenções; eu estive em todas, discursei, fui sacramentado, aprovado na convenção. É um direito de escolha das pessoas e temos certeza de que é uma tentativa absurda”, completou o tucano.

Na ação ao TSE, a coligação do candidato do MDB pede, ainda, que, se a coligação de Alckmin não for rejeitada, que o tribunal retire os seis partidos do grupo que apoia o tucano. Caberá ao ministro Tarcísio Vieira analisar o pedido.

“Não há nenhuma divergência. Isso é tapetão puro. Nenhuma divergência. Aliás, eu estive na coligação, eu estive em todas as convenções. Eu fui lá. Fui anunciado, comemorado, foi feita a comemoração, agradeci ao apoio, foi feita ali. Não tem o menor sentido querer fraudar a vontade do partido político na aliança”, disse Alckmin.

Tempo de TV
Na prática, se o pedido da coligação de Meirelles for atendido pelo TSE, Alckmin ficará com menos tempo de TV.

Cada bloco de propaganda tem tempo total de 12 minutos e 30 segundos e, segundo levantamento de analistas do banco BTG Pactual, os seis partidos questionados somam, juntos, 3 minutos e 42 segundos. Isso porque:

o PTB tem direito a 36 segundos;
o PP tem direito a 53 segundos;
o PR tem dirieto a 48 segundos;
o DEM tem direito a 31 segundos;
o PRB tem direito a 31 segundos;
o SD tem direito a 23 segundos.
‘Temer nem gosta de mim’
No evento deste sábado, Alckmin também foi questionado sobre suposto apoio do governo federal, quem tem alto índice de reprovação. Em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo” nesta semana, o presidente Michel Temer disse que apoia Alckmin porque os partidos de sua base, que aprovaram sua agenda de reformas, aderiram ao tucano.

“Não tem o menor sentido porque o presidente tem candidato, que é o Meirelles, e o MDB tem candidato, que é também o Meirelles”, respondeu Geraldo Alckmin.

“Não tem apoio nenhum. O Temer nem gosta de mim. Quando houve a ação para investigá-lo, a bancada inteira de São Paulo votou pela investigação”, completou o candidato tucano.

Fonte:G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *