- Política

Ciro diz que irá alterar política de preços da Petrobras

Em entrevista concedida nesta quarta à rádio CBN, Ciro Gomes, disse que vai mudar a política de preços em vigor na Petrobras. De acordo com o candidato do PDT à Presidência da República, a política protege “a perversão dos acionistas minoritários” ao privilegiar a cotação internacional, em dólar, levando a “alta nos preços do combustível ao consumidor e no preço do botijão de gás para as donas de casa”.

Ciro destacou que, se eleito, os preços serão formados a partir dos custos lastreados no Real, somados aos gastos da estatal e ao que ela precisa para investir. “Junto com a Venezuela, o Brasil é a maior reserva de petróleo das Américas. Podemos ser a maior reserva do mundo. Dá pra transformar o Brasil em uma grande sociedade de classe média em poucos anos”, avaliou.
Segundo Ciro, uma das propostas é acabar com a importação de combustível. “Temos capacidade ociosa de produção”, disse. “O Brasil tem 40% da capacidade de refino de óleo diesel, gasolina e gás parados e compra gasolina dos EUA em dólar. Alguém, pelo amor de Deus, justifica isso pra mim?”, questionou.

Em setembro, a Petrobras anunciou alterações na política de preços baseados na moeda americana implantada pelo ex-presidente da companhia, Pedro Parente. O modelo de reajustes quase diários foi um elemento central na recuperação financeira da estatal, mas gerou insatisfação em consumidores e profissionais do setor de transportes, desembocando na greve dos caminhoneiros. A mudança prevê que os preços continuem sendo reajustados com frequência, mas inclui mecanismos de proteção para quando o câmbio estiver muito volátil que permitem que o valor seja represado por até 15 dias.

Fonte: Veja


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *