- Esportes

Sem Teddy Riner, Mundial de Baku abre espaço para novos astros do judô

Mais de 800 judocas de 133 países vão se reunir em Baku a partir desta quinta-feira para a disputa do Mundial de judô. Principal astro da modalidade, o francês Teddy Riner optou por não participar da primeira grande competição que vale pontos para o ranking olímpico rumo a Tóquio 2020. Mas candidatos a novos astros não vão faltar. Entre eles 22 brasileiros buscam um lugar no pódio, e dois deles em especial querem a coroa de Riner entre os pesados.

– É um Mundial diferente, porque os principais atletas que vão despontar para Olimpíada já estão nesse Mundial, então vai ter um número muito grande de atletas. Vai ser um Mundial muito diferente e muito bom para a gente poder entender como vai ser o caminho até a Olimpíada – disse Rafael Silva.

Entre os pesados, no Mundial do ano passado, David Moura só parou diante de Teddy Riner na final e ficou com a prata. Duas vezes medalhista de bronze em Olimpíadas, Rafael Silva mais uma vez ficou na terceira posição depois de ter perdido para o bicampeão olímpico nas quartas de final. Agora os brasileiros aparecem como favoritos ao título.

– É óbvio que fica o caminho mais fácil sem o Riner. Ele é uma grande muralha. Mas por outro lado eu sempre me motivei muito lutando para ganhar dele, sempre sonhei em fazer uma final ganhando dele. E como ano passado eu cheguei muito perto, eu imaginava que esse ano poderia ser o ano que eu ganharia dele. Estou muito confiante de que eu possa ser campeão mundial esse ano. E facilita um pouco o caminho não ter o Teddy Riner na competição, mas no fundo tira um pouquinho do brilho da competição também – disse David.

Atual bicampeão olímpico, Teddy Riner também venceu os últimos oito mundiais. Ele não perde uma luta desde 2010. A ausência dele com certeza faz a competição perder um pouco de seu brilho, mas atrativos não vão faltar. Todos os líderes do ranking mundial estão inscritos.

Chances de medalhas para o Brasil no Mundial
Além dos pesados, o Brasil conta com alguns fortes candidatos ao pódio. Bicampeã mundial e duas vezes medalhista olímpica, Mayra Aguiar é a favorita na categoria meio-pesado (-78kg) e pode se tornar a primeira brasileira com três títulos mundiais. Rafaela Silva é a atual campeã olímpica do peso leve (-57kg). Maria Portela lidera no peso médio (-70kg) e mais quatro judocas estão no top 10: Érika Miranda (4ª na categoria meio-leve), Jéssica Pereira (7ª na categoria meio-leve), Maria Suelen Altheman (4ª na categoria pesado) e Beatriz Souza (4ª na categoria pesado).

Beatriz, aliás, é uma das caras novas da equipe brasileira e chega com status de campeã mundial júnior. Daniel Cargnin (-66kg) e Rafael Macedo (-90kg) também foram campeões mundiais nas categorias de base e agora buscam seu espaço na elite.

Seleção Masculina
Eric Takabatake (60kg) – 12º do ranking
Phelipe Pelim (60kg) – 18º do ranking
Daniel Cargnin (66kg) – 12º do ranking
Charles Chibana (66kg) – 18º do ranking
Eduardo Yudy Santos (81kg) – 11º do ranking
Victor Penalber (81kg) – 25º do ranking
Rafael Macedo (90kg) – 19º do ranking
David Moura (+100kg) – 2º do ranking
Rafael Silva (+100kg) – 7º do ranking

Seleção Feminina
Gabriela Chibana (48kg) – 26ª do ranking
Érika Miranda (52kg) – 4ª do ranking
Jéssica Pereira (52kg) – 7ª do ranking
Rafaela Silva (57kg) – 9ª do ranking
Ketleyn Quadros (63kg) – 24ª do ranking
Maria Portela (70kg) – 1ª do ranking
Mayra Aguiar (78kg) – 5ª do ranking
Maria Suelen Altheman (+78kg) – 4ª do ranking
Beatriz Souza (+78kg) – 8ª do ranking

Convocados apenas para a competição por Equipes Mistas
Marcelo Contini (73kg) – 27º do ranking
David Lima (73kg) – 53º do ranking
Tamires Crude (57kg) – 34ª do ranking
Ellen Santana (70kg) – 72ª do ranking

Programação do Mundial de BakuBeatriz Souza
Quinta-feira (20/09) – ligeiros (masc 60kg/fem 48kg)
Sexta-feira (21/09) – meio-leves (masc 66kg/fem 52kg)
Sábado (22/09) – leves (masc 73kg/fem 57kg)
Domingo (23/09) – meio-médios (masc 81kg/fem 63kg)
Segunda-feira (24/09) – médios (masc 90kg/fem 70kg)
Terça-feira (25/09) – meio-pesados (masc 100kg/fem 78kg)
Quarta-feira (26/09) – pesados (masc +100kg/fem +78kg)
Quinta-feira (27/09) – competição por equipes mistas

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *