- Política

Operação policial da “Lei Seca” frustra festas e fecha bares na madrugada de domingo, 07/10

A Polícia Civil do Amazonas -PC/Am, sob o comando do delegado-geral adjunto, Ivo Martins, e do diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM) da instituição, delegado Alessandro Albino, frustrou na madrugada deste domingo (7/10), uma festa que estava acontecendo em um espaço para eventos no bairro Tarumã, zona Oeste de Manaus, e também em uma casa noturna na Comunidade Riacho Doce, bairro Cidade Nova, zona norte, durante a operação “Lei Seca”, deflagrada, simultaneamente, nas seis zonas da capital. Cinco bares localizados na zona leste foram fechados ao longo da ação.

De acordo com Ivo Martins, os policiais civis constataram, por volta de meia-noite e meia, a compra e consumo de bebidas alcoólicas no bairro Tarumã. “Recebemos uma denúncia e nos deslocamos até o endereço indicado. No lugar fomos recebidos pelos organizadores do evento, que ainda tentaram nos convencer de que se tratava de uma festa privada. Conseguimos contemporizar a situação e a festa foi encerrada, em razão da desobediência à Lei Seca”, explicou.

Cerca de 300 pessoas participavam de festa na Comunidade Riacho Doce, quando as equipes policiais chegaram no local e verificaram o consumo de bebidas alcoólicas pelos frequentadores do lugar. A informação foi repassada pelo delegado Paulo Benelli, que esteve à frente das fiscalizações da “Lei Seca” na zona norte da cidade. Ao todo, 50 servidores, entre delegados, investigadores e escrivães, lotados em distintas unidades policiais da capital, participaram dos trabalhos.

O delegado Pablo Geovanni acompanhou as equipes na zona leste da cidade, onde cinco bares foram fechados por descumprimento da “Lei Seca”. O diretor Alessandro Albino destacou que a ação foi desencadeada a fim de assegurar o cumprimento da Portaria Conjunta 706/2018, assinada na última quarta-feira (3/10), pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), desembargador João Simões, e pelo secretário de Estado de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM), coronel Anézio Paiva.

“Essa Portaria Conjunta proíbe o consumo de bebidas alcoólicas em bares, restaurantes, supermercados, mercearias e estabelecimentos similares, bem como em locais abertos ao público no Estado, no horário de meia-noite às 18h deste domingo, dia 7 de outubro, em razão do pleito eleitoral”, explicou Albino.

Na zona centro-sul da capital as equipes identificaram situações isoladas de desobediência à “Lei Seca”. Os casos também foram resolvidos de forma pacífica, conforme o delegado Eduardo Paixão, que atuou naquela região. “No Conjunto Eldorado, bairro Parque Dez de Novembro, e em um centro comercial na avenida Efigênio Salles, bairro Aleixo, os proprietários de bares que permaneciam com seus estabelecimentos em funcionamento, foram orientados a encerrar as atividades em razão da proibição do consumo aos clientes de bebidas alcoólicas”.

“Finalizamos a operação por volta das 2h30. Encontramos poucos estabelecimentos comerciais abertos, alguns deles vendendo bebidas alcoólicas, mas dentro do que já era previsto”, concluiu o diretor do DPM, delegado Alessandro Albino.

Fonte: Assessoria/PC/AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *