- Política

STF julga recurso contra decisão que manteve Lula preso em setembro

O STF (Supremo Tribunal Federal) analisará em julgamento virtual em setembro um recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra uma decisão do plenário da corte que negou habeas corpus ao petista no início de abril, informou a corte, depois de o relator do caso, ministro Edson Fachin, liberar o caso para julgamento.

Assim, o recurso, conhecido como embargo de declaração, será analisado pelos ministros da corte em julgamento virtual entre os dias 7 de setembro e 13 de setembro, informou a assessoria de imprensa do Supremo.Lula está preso em Curitiba desde o dia 7 de abril, cumprindo pena por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do tríplex no Guarujá, litoral de São Paulo.

Ele foi preso após o STF negar um pedido de habeas corpus feito por sua defesa no dia 4 de abril. Os advogados do ex-presidente apresentaram embargos de declaração contra essa decisão.

O petista, que nega quaisquer irregularidades e se diz alvo de perseguição política, teve a candidatura ao Palácio do Planalto registrada pelo PT no último dia 15, mas o registro foi alvo de contestações na Justiça Eleitoral com base na Lei da Ficha Limpa, que torna inelegíveis condenados por órgãos colegiados da Justiça, como aconteceu com Lula.Após a aprovação da lei da ficha limpa, toda candidatura tem de passar por uma peneira ainda mais fina antes de ser aprovada. No caso do ex-Presidente e candidato pelo PT ao Planalto, por já ter sido condenado em segunda instância, mas ainda ter recursos sendo julgados, a Justiça tem até o dia 17 de setembro para definir se Lula é ou não candidato.

Fonte: R7


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *