- Polícia

Homens são presos suspeitos de furtar veículos com dispositivo ‘Chapolin’

Dois homens foram presos suspeitos de furtar veículos nas proximidades de faculdades em bairros da Zona Sul de Manaus. Com a dupla, foi encontrado um dispositivo conhecido como “Chapolin” que seria utilizado nos crimes. Um dos suspeitos já havia sido preso há 30 dias pelo mesmo delito.

Raimundo Roberto Souza, de 39 anos, e Erick Neri Duarte, de 28, foram presos suspeitos de praticar assaltos a carros em bairros da Zona Sul.

A prisão ocorreu no domingo (23), por policiais da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). A dupla foi pega na Avenida Governador Danilo Areosa, no bairro Distrito Industrial 1.

“Os policiais da 7ª Cicom receberam denúncia através do 190 de que homens em veículo modelo Etios estariam fazendo arrombamentos de veículos próximo à bola da Suframa, que tem grande aglomeração de veículos. Os policiais abordaram a dupla e realizaram a prisão com vários pertences”, disse o delegado do 1º Distrito Integrado de Polícia (Dip), Antônio Rondon Júnior.

Com a dupla, foram encontrados três celulares, uma quantia em dinheiro de R$350, ferramentas, possivelmente, utilizadas para arrombar os veículos e um equipamento chamado “Chapolin”.

“O chapolin gera uma interferência no sinal e faz com que o carro não trave. Eles ficam próximos aos carros estacionados e acionam o chapolin e a vítima pensa que o carro travou”, disse o delegado.

Raimundo Roberto havia sido preso há um mês, no dia 23 de agosto, pelo mesmo crime. Ele estava sozinho com o mesmo veículo, Etios vermelho, quando foi preso pela polícia com um notebook e R$ 400, em espécie.

“Ele arrombava veículos e subtraia os pertences. Quando chegou na delegacia, por alguma razão, o delegado tipificou como crime como furto simples e roubo fiança. O Raimundo pagou e foi embora”, disse Rondon.

Dias após a prisão de Raimundo, Erick Neri apareceu na delegacia dizendo que era dono do veículo e que havia emprestado para Raimundo trabalhar como motorista de aplicativo.

“Erick veio recuperar o carro Etios. Ele disse que o carro era dele, que emprestava para o Raimundo trabalhar. E ontem (23), o Erick foi pego junto com o Raimundo dentro do Etios cheio de pertences das vítimas e com o equipamento ‘chapolin”, explicou o delegado.

Segundo investigações da polícia, os amigos costumavam furtar veículos próximo a faculdades e hospitais.

A dupla não confessou o crime e não quis falar com a imprensa. “Um deles só me perguntou se ia ter fiança. E eu disse que não. Como é um crime que não tem violência contra pessoa, eles acreditam que não é grave, mas não sabem os transtornos para quem teve celular e notebook furtados”, disse o delegado.

Eles foram indiciados por furto qualificado, que tem a pena prevista de 2 a 8 anos, sem direito a fiança.

A dupla vai passar por audiência e custódia na tarde desta segunda-feira (24), no Fórum Henock Reis. Entretanto, o delegado deverá solicitar ao juiz a prisão preventiva da dupla.

Pessoas que tiveram pertences roubados, podem procurar o 7º Distrito Integrado de Polícia (Dip), para tentar recuperar os objetos.

Fonte: G1

 


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *